ogerente.com
A Comunicação para a Qualidade

 Leia Antes de Continuar: Você está visualizando uma versão antiga do Portal O Gerente.  Conheça e faça seu cadastro na Rede O Gerente, nossa rede social e de conteúdo.

 

Qualidade

Qualidade
03/08/2007
A Comunicação para a Qualidade
PUBLICIDADE

A comunicação é a troca de informações entre indivíduos dentro das organizações e nos meios sociais em que os mesmos interagem. Constitui um dos processos fundamentais dentro da experiência humana e da organização social. É quando a informação é transmitida por alguém e recebida e compreendida por outra pessoa. Sem haver o recebimento da informação transmitida não há comunicação.

Com o desenvolvimento dos estudos sobre o papel da liderança nas organizações, e também sobre as diversas teorias organizacionais, foram feitas descobertas a respeito das necessidades do homem enquanto parte de um sistema de produção. Entendemos por sistema de produção toda atividade humana que ocorre dentro das organizações com a finalidade de a mesma cumprir os objetivos para os quais ela foi criada.

Conforme vários estudos o homem não é somente um ser movido a incentivos financeiros, pois busca sempre fazer parte de um grupo. Nos sistemas organizacionais e principalmente dentro da produção em série decorrentes da divisão do trabalho, muitas vezes o indivíduo não é tratado como tal, e sim como parte do sistema, da mesma forma que os demais recursos utilizados.

Nas literaturas de consultores organizacionais e também nas palestras ocorridas de norte a sul, é famosa a história dos dois pedreiros:

Um homem observou dois pedreiros que executavam a mesma atividade, porém notou que um trabalhava desanimado e sem nenhum entusiasmo, enquanto que o outro se mostrava contente e bem disposto. Então, o observador perguntou para o primeiro homem o que ele estava fazendo:

- Estou colocando massa de cimento e pondo os tijolos, um em cima do outro, para fazer uma parede - respondeu este.

Curioso com a resposta fez então a mesma pergunta para o segundo, que se mostrava bastante alegre, e ficou espantado com a resposta deste:

- Estou construindo uma catedral!

Desconheço o autor desta pequena história. Ela é geralmente utilizada para enfatizar a atitude das pessoas em relação ao trabalho e de como devem estar motivadas para exercerem suas funções da melhor forma possível, utilizando-a para fundamentar o quanto necessitamos nas organizações de construtores de catedrais e não somente de construtores de parede. O objetivo de colocá-la, neste caso, foi para questionar se o primeiro homem tinha idéia do que estava fazendo, se ele havia sido comunicado do real motivo de estar colocando “tijolo em cima de tijolo”?
 
Assim também acontece nas organizações, principalmente para os operadores que trabalham em sistemas de produção em série. Muitas vezes eles não têm idéia do porquê estão apertando um parafuso, que tipo de produtos estão fabricando, para que serve o mesmo, como e por quem ele será utilizado, se trata-se de um produto que vai melhorar a vida das pessoas ou trata-se de uma arma. Visto que o operador não é detentor da manufatura do produto e sim somente de uma pequena parte do mesmo.

Então, nas organizações a comunicação é um fator fundamental para que os líderes consigam fazer com que todos da empresa busquem, cada um em sua atividade, os mesmos objetivos e oportunidades, tanto individuais quanto organizacionais.

A comunicação é um fenômeno social importante no relacionamento entre as pessoas. Os administrados devem receber um fluxo de comunicação capaz de suprir-lhes as necessidades. Por outro lado, os gestores devem receber dos administrados um fluxo de comunicações capaz de lhes fornecer uma idéia do que está acontecendo, quais seus anseios e como estes se sentem em relação à organização.

Um dos principais problemas nas organizações hoje em dia é a quebra no fluxo de informações, o que gera distúrbios na comunicação. Essa quebra tem as mais variadas causas e geralmente não recebe a atenção que deveria neste tipo de problema, o que gera desconfiança, falta de objetividade e, principalmente, perda de produtividade nas organizações.

A comunicação interna é um fator estratégico para o sucesso das organizações porque atua principalmente em três frentes:

  • É fundamental para os resultados do negócio;
  • É um fator humanizador das relações de trabalho; e
  • Consolida a identidade da organização junto aos seus públicos.

As pessoas dentro das organizações querem – e têm direitos a – informações que as ajudem a tornar melhor o seu trabalho ou que de algum modo possam afetar suas vidas, seu desempenho e, até mesmo, seu emprego. Geralmente elas trabalham melhor e sofrem menos complicações quando estão bem informadas. Ao mesmo tempo, informação atrai informação.

A comunicação no momento certo ou a sua falta pode ser a causa do sucesso ou fracasso de um empreendimento, de um novo projeto. Muitas vezes, confunde-se sigilo com não-comunicação, então pontos estratégicos de novos projetos acabam falhando exatamente pela falta de informações a tempo para possibilitar a tomada de ações estratégicas e fundamentais para o negócio.

 
 
VOLTAR PARA O ÍNDICE DE COLUNAS
 
Publicidade
 
 
 
 
 
Colunista
Emanuel Edwan de Lima
 
 
  Mestre em Gestão Empresarial, Gestor da Qualidade do Inst. Genius
 
 
  77
 
  27
 
  36
 
  Veja o Perfil Completo  
  Outros Artigos de sua autoria  
  Adicionar o Colunista aos Favoritos  
  Escreva para este Colunista  
  Website do Colunista  
  Citações do Colunista  
  Produtos do Colunista  






Avantta Consulting Pozati Comunicação